RSS

Você sabe o que é Internet das Coisas ou IoT?

Então você sabe o que é IoT ou mesmo Internet das coisas, a Microsoft esta disponibilizando no Microsoft Virtual Academy (http://www.microsoftvirtualacademy.com/?lang=pt-br) o curso A Internet das Coisas – Fundamentos de IoT

Curso dedicado a explicar os fundamentos da Internet das Coisas, tanto na parte de hardware quanto da parte de nuvem e processamento de informação. O curso explica também o conceito da Microsoft sobre Internet das SUAS coisas!

Confira e não deixe de aprender!!!

internet das coisas

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 05/10/2015 em Uncategorized

 

Linguagem de Impressão PCL – HP e PDL&FDL – Xerox

Olá!

Após um breve período sem postar nenhuma matéria a respeito de tecnologia em impressão de dados variáveis, estou retornando atividade e neste fim de ano e começo de 2015 deverei postar duas  páginas, mas posso dizer dois cursos, um de PDL&FDL (Metacode – Xerox) e outro de PCL (PDL – da HP), ambas linguagens de impressão poderosíssimas e que estão em muito uso atualmente.

Primeiro venho me desculpar a todos por estar ausente neste longo (breve) período, pois assumi cargo de gestão, e nesta nova empreitada consumiu bastante minhas horas diárias, e segundo que acabei neste período gerenciando três projetos muito grandes, mas como sou  bom técnico estou voltando a ativa.

Agora vem a motivação, porque estou postando dois cursos de linguagem de impressão, eu saí de uma empresa fabricante de impressora, tive a grata oportunidade de conhecer bastante tecnologia sobre ambiente de impressão e também me especializar em ambiente de impressão com dados variáveis, atualmente trabalho em uma revenda de fabricante de impressoras e percebi que muitas pessoas das revendas não tem conhecimento técnico das linguagens de impressão que cerca o mercado de impressão no Brasil e no Mundo, portanto estou contribuindo com meu conhecimento para ajudar a comunidade a desenvolver, analisar e suportar melhor seus clientes e parceiros neste fantástico mundo que é impressão com dados variáveis.

Vou iniciar com a linguagem PCL da HP, pois recentemente tive que dar um suporte nesta linguagem para outros estados do Brasil, visto que não tem profissional capacitado, e também não encontrei literatura na web (pelo menos em português) sobre tal assunto.

Sendo assim convido você meu amigo leitor a embarcar nesta aventura e descobrir uma vastidão de recursos que a Linguagem de Impressão PCL da HP pode realizar para você ou seu cliente, pois atualmente torna-se imprescindível um profissional que trabalha com outsourcing de impressão conhecer a linguagem da impressora. Portanto aguarde que em breve estarei postando um curso sobre a linguagem PCL da HP, também na sequencia vou postar um curso de PDL&FDL (Metacode – Xerox) para diferenciar ambas as duas onde Xerox Metacode uma linguagem compilada e PCL – HP uma linguagem interpretada, porém a ideia e conceitos são os mesmos e em muitas coisas as duas se assemelham, claro que estou me referindo em conceito e não em sintaxe da linguagem.

Abraços!

Márcio Leitão!

 
3 Comentários

Publicado por em 19/12/2014 em Uncategorized

 

Impressão Digital Baseada em Nanotecnologia

Em 2012 na Drupa, a maior feira gráfica do mundo, realizada em Düsseldorf, Alemanha. Entre tantos expositores, um dos que mais chamaram a atenção foi Benny Landa. Não é para menos: Benny Landa é o inventor da tecnologia de impressão utilizada na HP Indigo.

Agora, em 2012, ele esteve presente com uma nova tecnologia de impressão digital, baseada em nanotecnologia. E por trás desse projeto está também a nanotinta que compõe o processo de “nanografia”.

Neste vídeo, Benny Landa apresenta o conceito da nanografia e suas vantagens frente às tecnologias disponíveis.

 

Tags: , , , , ,

Novo Computador Fone de Ouvido da Motorola

Uma invenção muito Bacana do Pessoal do PARC e Motorola

Trata-se de um computador que é um óculos e segundo estudos vão revolucionar como são feitos as tarefas do dia – a – dia em um escritório comum.

Estou postando apenas um pedaço da reportagem já postada no Blog do Parc, pois não tenho interesse em copiar a matéria, e sim divulgar uma pesquisa muito interessante como esta.

Segue abaixo a foto do produto que acabou de ser criado e sua matéria redigida pela Nicole Daphne Tricoukes, Senior Maverick in charge of the Motorola HC1 Headset Computer program.

Boa Leitura!

O que é preciso para trazer uma ideia inovadora para a vida?

Bem, primeiro temos que ter uma grande ideia.  Em seguida, é necessário um quadro comprovado de recursos para ajudar um campeão através do processo de desenvolvimento. E, às vezes, a perícia externa ajuda a transformar o conceito em algo que funciona, e após isto uma oportunidade de geração de receita.

A ideia inicial foi redefinir as mãos (deixa-las livres) mobilidade e mudar a forma como as pessoas interagem com seus computadores móveis, criando uma nova categoria de dispositivo. Um que é leve, elegante e inteligente permite aos usuários acessar e ver documentos críticos de negócios e esquemas complexos com apenas um comando de voz simples ou movimento da cabeça, ou de forma rápida e simplesmente mexer com os membros do corpo para que o equipamento remoto entenda. Sem mãos, laptop ou estação de trabalho móvel fixo necessário.computador-oculos

Esse é o poder do computador novo fone de ouvido HC1 de soluções da Motorola . Este conceito de computação móvel oferece novo emocionante verdadeiros uso das mãos-livres e cria uma capacidade para uma grande variedade de aplicações para as indústrias. E através de uma pesquisa inovadora de desenvolvimento de aplicativos com soluções PARC e inteligente produto (IPS), que irá ajudar a revolucionar a forma como as pessoas interagem com os computadores naturalmente e intuitivamente interagir com o conteúdo virtualmente aumentada e altamente personalizado.

Para mais informações entre no Blog do Parc da Xerox:

http://blogs.parc.com/blog/2012/10/heads-up-hands-on/

Para uma visualização detalhada da pesquisa e criação do produto acesse:

http://www.slideshare.net/PARCInc/open-clientstory-powerof10parc

Gostou? Sim ou Não?

Deixe um comentário ou entre em contato:

jmarciosilva@gmail.com

Márcio Leitão!

 

Introdução ao Cenário do ITIL

Nas últimas décadas o desenvolvimento da TI mudou a maneira que a maioria dos negócios opera. As mudanças são evidentes em vários processos do negócio de toda a organização. Um exemplo de processo do negócio é “o processo de vendas” (por exemplo, o marketing gera ligações e reportam às vendas, vendas desenvolve relacionamentos e preparam as  propostas, a Administração imprime e emite o material ao Cliente e assegura-se de que haja feedback à equipe de vendas para dar followup à proposta, etc. etc.). Todos estes processos do negócio se baseiam em softwares e tecnologia. Desde a introdução do PC, do LAN, da tecnologia cliente/servidor e da Internet, as organizações puderam colocar seus produtos e serviços no mercado de forma mais rápida do que no passado. Este avanço é responsável pela transição da era industrial à para a era da informação. Na era da informação, tudo se tornou mais rápido e mais dinâmico.

 As tradicionais organizações hierárquicas são menos flexíveis para responder rapidamente às mudanças do mercado, e consequentemente tornou-se uma tendência para as organizações serem menos hierárquicas e mais flexíveis. A ênfase é agora nos processos horizontais, e as decisões são concedidas cada vez mais ao pessoal de um nível mais baixo da organização. Os processos operacionais e táticos do Gerenciamento de Serviços em TI dão suporte a este cenário, onde os processos movem-se de um departamento para outro.

 Em 1980, a qualidade dos Serviços em TI fornecida ao governo britânico levou o CCTA (Central Computer and Telecommunications Agency – como era chamado o atual Office of Government Commerce, o OGC) a desenvolver melhorias no processo para tornar os recursos de TI mais eficientes e financeiramente eficazes para os ministérios e outros setores públicos do governo. O foco foi desenvolver um framework que fosse independente de fabricante/fornecedor. Isto resultou na Biblioteca de Infra-Estrutura de Tecnologia da Informação (ITIL). O ITIL versão 1 ganhou uma coleção das melhores práticas observadas nos Serviços em TI oferecidos pelas indústrias.

 O framework do ITIL fornece uma descrição detalhada de um número de importantes práticas em TI, com checklist compreensivo, procedimentos e responsabilidades nos quais podem ser adaptados para qualquer organização de TI (também conhecido como Departamento Interno de TI). Onde possível estas práticas têm definido processos cobrindo a maioria das atividades dos Serviços em TI.

 Vários outros frameworks para Gerenciamento de Serviços em TI têm sido desenvolvido com base no ITIL, geralmente por empresas com fins comerciais. Esta é uma das razões pela qual o ITIL se tornou um padrão de fato, descrevendo um número de processos fundamentais para o Gerenciamento de Serviços em TI.

 O ITIL reconhece que não existe uma solução universal para desenhar e implementar um processo otimizado para o gerenciamento e entrega de serviços em TI com qualidade. Muitos especialistas, autoridades e representantes de dentro da TI têm contribuído para desenvolver o ITIL e o resultado disto foi um framework que fornece um “consenso comum”, utilizando uma forma estruturada para os processos essenciais envolvidos. O ITIL foi desenvolvido para ser baseado em processos e ainda ser flexível para ser adaptado em qualquer organização, seja ela pequena, média ou uma organização global.

Cada organização, seja ela um provedor interno de serviços (o conhecido departamento de TI) ou um prestador de serviços (fornecedores de serviços em TI) deve adotar as sugestões, princípios e conceitos do ITIL e adaptá-los para o seu ambiente único – “adotar e adaptar”.

O ITIL é freqüentemente referenciado como as Melhores Práticas, ainda que o novo termo de “boa prática” está começando a ser difundido só agora. O ITIL não é um conjunto de regras, nem uma metodologia (por que não diz como fazer), nem ferramentas. Não é correto afirmar que um processo é “compatível com o ITIL”, nem mesmo falar em implantar o ITIL. O objetivo é implementar o Gerenciamento de Serviços em TI, e para isto pode ser utilizado o ITIL como base das melhores práticas.

 Os processos e organizações podem ser avaliados se estão compatíveis com a norma BS 15.000 ou ISO 20.000 (criada em dezembro de 2005), que são padrões de Gerenciamento de Serviços em TI. Entretanto, nem ferramentas ou pessoas podem ser certificadas em BS 15.000 ou ISOs.

 

Programação de Computadores

Olá, estou postando um novo tópico sobre programação de computadores, acredito que estas páginas sobre JAVA, C++ e C# ajude você a resolver problemas do dia-a-dia no sem ambiente de trabalho.

Começo explicando a sintaxe da linguagem e posteriormente vou aprofundando a resolver problemas relacionados com tecnologia de impressão de dados variáveis. Estas páginas oferece uma introdução tradicional à ciência da computação, usando ferramentas modernas. Como cientistas da computação, temos a sorte de ser capazes de apresentar a todas as pessoas uma atividade que é acessível, satisfatória e profunda em vez de abrangente: a saber, a atividade de programação de computadores. Como a maioria dos cientistas de computação, eu acredito que a programação de computadores é um tema central da ciência da computação. Portanto espero ajudar e contribuir no seu aprendizado e sucesso profissional.

  • Apresento um ponto de vista que vai além da sintaxe da linguagem e concentro-me nos conceitos da ciência da computação;
  • Dou ênfase ao paradigma orientado a objetos, começando logo de inicio explicação sobre classes, métodos e objetos;
  • Motivo as pessoas a dominar os aspectos práticos da programação, com várias dicas úteis;
  • Utilizo a Linguagem e a biblioteca e as ferramentas padrão de cada linguagem, não um ambiente “artificial” de treinamento especializado;

Espero que, poderemos aprender e crescer  juntos, pois estou sempre empenhado á  sempre descobrir coisas novas, visto que a ciência da computação é um campo vasto de aprendizagem, o uso de computadores está aumentando em quase todo os campos de trabalho. Os custos da computação estão caindo drasticamente devido aos rápidos avanços nas tecnologias de hardware e software. Os computadores que ocupavam grandes salas e custavam milhões de dólares algumas décadas atrás agora podem ser gravados em chips de silício menores que uma unha, ao custos de alguns poucos reais.

Qualquer dúvida ou comentário entre em contato.

Até breve!!!

Márcio Leitão!

 
 

Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 3.000 vezes em 2011. Se fosse um bonde, eram precisas 50 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 02/01/2012 em Notícias

 
 
%d blogueiros gostam disto: